21 de fevereiro de 2012

A arte de perder...Elisabeth Bishop

Conheci por Pedro Bial hoje na eliminação do Big brother.
Assisto, assisto sim. Não tenho paixão mas me distrai, uso como futilidade que serve muito pra "enganar" a mente por alguns minutos da realidade e dos problemas que temos que enfrentar.

Enfim, o poema: (serviu pra mim!!)

A arte de perder

A arte de perder
A arte de perder não é difícil de dominar
Tantas coisas parecem cheias da intenção de serem perdidas
Que sua perda não é um desastre.

Perca alguma coisa todos os dias
Aceite o contra-tempo de perder as chaves da porta
A hora gasta inútilmente.
A arte de perder não é difícil de dominar.

Depois, pratique perder mais, perder mais rápido
Lugares, nomes, situações….tantas coisas

Eu perdi duas cidades, dois rios, um continente
Eu os perdi, mas não foi um desastre.
Até mesmo perder você, a voz brincalhona
aquele gesto que eu adoro
Eu não terei mentido, é evidente

A arte de perder não é difícil de dominar
embora sempre continue parecendo um desastre.

Elizabeth Bishop



Pra complementar:

"Da vez primeira que me assassinaram.  Perdi um jeito de sorrir que eu tinha... Depois, de cada vez que me mataram. Foram levando qualquer coisa minha..."

Mario Quintana







Um comentário:

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Gostei muito da postagem. Bastante criativa. Desta vez eu não perdi. Só ganhei ao passar por aqui.
Bjos.
Manoel.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...