28 de abril de 2009

ESQUISITICES

Nasci gostando de coisas que as pessoas jogam fora, como caixas de isipor e cascas de árvores. Algumas, gosto pela poesia ou design, outras, sei lá.... como garfo para peixe, cálices com pés altos, poeira levantadaàs seis da tarde, portas azuis contra casas amarelas, saxofones... O preto de certos olhos, o horizonte de Sabará, uma cadeira Mackintosh, algumas cenas de Almodóvar, as mãos de Ingrid Bergman. Fico apaixonada pela banalidade de certos objetos, como os dados. Pela leveza de outros, como o papel de seda. Admiro bancos de jardim. Cavalos Arabes. E você?....
(Lou Bertoini)

Um comentário:

Mila Viegas disse...

Hummm, pertinente! Não sei se tenho alguma esquisitice assim.
Uma esquisitice que as vezes acontece é: eu leio vorazmente um livro, devoro todas as páginas, mas quando chega no ultimo capitulo ou nas páginas finais fico com pena porque a história está acabando e paro de ler. Assim, ficaram diversos livros sem serem totalmente lidos. "As Brumas de Avalon" é um deles!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...